Make your own free website on Tripod.com

Home

10 de Abril de 2006

A OPÇÃO PELO HOME OFFICE
Artigo baseado na entrevista com Lauro Jorge Prado


Clique aqui para baixar o artigo em formato pdf.


Após entrevista com Lauro Jorge Prado a jornalista Kátia Negreiros do site Empreendedor.com publicou o artigo, onde destaca como montar um Home Office. LJP e-Zine reproduz aqui o artigo completo.

 

Abrir um negócio e gerenciá-lo de casa ajuda a baratear custos e economizar tempo com deslocamentos, por exemplo.

Por Kátia Negreiros <katia@empreendedor.com.br>

O home office, ou escritório em casa, é uma tendência mundial que vem se tornando comum, especialmente nas grandes cidades. As vantagens são muitas como ficar ao lado da família, não enfrentar o trânsito pesado, custos mais baixos. Mas, como em todo negócio, é preciso tomar uma série de cuidados para não cometer erros que podem ser fatais para o sucesso da sua empresa.


As micro e pequenas empresas passaram, em menos de uma década, de 665 mil para 3,5 milhões e os home offices são alguns dos principais responsáveis por esse crescimento, já que diminuem muito o custo de implantação. Além disso, o escritório em casa diminui o encargo com funcionários, permite o atendimento ao cliente 24 horas por dia, dá mais liberdade profissional.


O home office pode sofrer também todos os problemas que atingem as micro e pequenas, mas também questões específicas desse tipo de negócio. Dentre estas estão o preconceito do mercado formal, a dificuldade de separar a vida pessoal da profissional, perda de privacidade e dificuldade para evitar a sobrecarga de trabalho. Por isso todo o processo de estudo, abertura e condução de um home office deve ser muito bem planejado.

 

Por onde começar

Segundo o consultor Lauro Jorge Prado, da Topsis Consultoria Empresarial Ltda, o primeiro passo é exatamente a pré-disposição em trabalhar num ambiente diferente daquele vivido na empresa. "Esta pré-disposição pode ser propiciada por um processo de rescisão ou encerramento de contrato de trabalho formal, pode ser motivado também pela própria vontade da pessoa em ter um negócio próprio, cujo processo pode ser levado adiante usando como base um escritório na própria residência", explica.


Outra providência importante é pensar se você tem as habilidades pessoais e profissionais para este tipo de empresa como por exemplo: iniciativa, responsabilidade, saber administrar o negócio e o tempo, experiência no ramo, apoio da família, saber separar o lado profissional do pessoal, dentre outras coisas.


Depois que tiver certeza da capacitação chegou a hora de avaliar o potencial do negócio. É preciso definir o ramo, ter experiência na área, calcular os investimentos necessários, fazer reserva de recursos. Quanto ao tipo de negócio a ser implantado Prado explica que a maior parte dos home office é na área de consultoria em geral, seguido por outras atividades como: contabilidade, cosméticos, alimentos, confecções, publicidade e computação gráfica, e-mail marketing, call center, etc.


O próximo passo é a escolha de um local adequado com autorização legal para funcionar em casa e um espaço físico que fique isolado das outras atividades e não interfira tanto na rotina da casa. Prado explica que cada tipo de negócio irá exigir uma estrutura diferente, mas a montagem básica de um escritório em casa custa aproximadamente R$ 6 mil (abertura da empresa, móveis, computador, fax).


Além disso, é preciso saber, que apesar de trabalhar em casa, é necessário definir uma rotina com horários de trabalho, agenda de atividades, pensar sobre se será necessário um funcionário ou a contratação de serviços terceirizados. Ainda existe a avaliação dos equipamentos e máquinas necessários, a compra e a organização deles no espaço reservado para o escritório. Por último, deve ser feita uma estratégia de divulgação para os clientes, um planejamento de gastos e um acompanhamento mensal para conferir se este vem sendo cumprido.


Link do artigo original: no site
www.empreendedor.com.br


LJP e-Zine - A Revista Eletrônica da Gestão! - (C) 2006